“BBB Fiscal”: Sua empresa na mira da Receita Federal o tempo todo

“BBB Fiscal”: Sua empresa na mira da Receita Federal o tempo todo

Impossível fugir das lentes poderosas e minuciosas da Receita Federal do Brasil que analisa eletronicamente cada operação realizada por uma empresa e quem precisa ficar de olhos bem abertos são os empresários.

 

Em parceria com o Estados e Municípios, a Receita Federal executa fiscalizações, com base no cruzamento de informações.  Isso significa que ela [a Receita Federal] tem condições de identificar fraudes ou sonegação através das diversas declarações, obrigações acessórias e informações que recebe.

 

Sua empresa é analisada eletronicamente a cada operação que faz”, alerta o contabilista Sidnei Martins, diretor da CSM Contabilidade.

 

E como a Receita faz isso? Os bancos informam o seu saldo bancário, o DETRAN informa a compra de veículos, o cartório de registro informa aquisição de imóveis, as máquinas de cartão informam as vendas, a Nota Fiscal Eletrônica informa as compras de materiais para uso na prestação de serviços ou para revenda, dentre outras fontes de informações.

 

Vale lembrar que perante a legislação, toda empresa deverá ofertar o seu faturamento a tributação, portanto, caso eventualmente, sua empresa deixe de emitir notas fiscais ou de ofertar seu faturamento a tributação mas esteja fazendo vendas em cartão de crédito, aquisições de ativos, estoque, produtos para uso e consumo, movimentos bancários, as informações que a Receita Federal coletar podem apresentar inconsistências e aumentar o risco de fiscalização”, explica Sidnei.

 

Segundo Martins, o departamento fiscal da CSM Contabilidade vem orientando seus clientes  e enviou relatório de compras e vendas referente a 2020 para que não sofram as sanções da lei por inconsistência de informações.

 

As multas para os casos de inconsistências apuradas em procedimento de fiscalização podem variar entre 75% a 200%.

 

Ligue Agora!